Ocorreu um erro neste gadget

terça-feira, 31 de agosto de 2010

as moda pra mulheres normais,,,,

De uns tempos para cá, as gordinhas estão dando o que falar. A moda, começou a olhar para elas de um outro modo, oferecendo modelos de roupas em sintonia com as tendências das passarelas, ajudando as garotas plus size a se vestirem como elas querem e não como a oferta de roupas com uma etiqueta acima do 46, manda. Graças à internet, várias gordinhas cheias de estilo se mostraram ao mundo, provando que estilo não é uma questão de tamanho. E assim, mulheres que sempre quiseram se esconder dentro de roupas que escondiam o corpo cheio de curvas, começam a mostrar-se como verdadeiras rainhas de estilo, ajudando outras gordinhas a se redescobrirem como mulheres que amam a moda.




O “movimento” já foi chamado de fat pride (escrevemos um post aqui sobre o tema) e as modelos plus size - glamourosas como as divas de antigamente - deram o troco exibindo-se em capas de revistas e editoriais de moda, como a gente mostrou aqui e aqui. Voltamos ao mundo real, onde mulheres de verdade fotografam os seus looks e publicam na internet para todo mundo ver, admirar e- por que não - copiar. No Brasil também está acontecendo isso e podemos citar o exemplo do (ótimo) Mulherão. No exterior, destaco o blog Big Beauty, da suíça Stéphanie de 33 anos e que vive em Paris. Diariamente (ou quase) ela publica as suas fotos onde exibe looks que não perde para nenhuma “magrela” fotografada para os blogs de moda das suas mais famosos. Stéphanie também assina uma coleção plus size para a La Redoute, uma marca que vendo roupas por catálogo em toda a Europa. É um sucesso!



O site Refinery 29 fez uma seleção dos melhores blogs para gordinhas dos Estados Unidos. Os seus blogs “Plus-Size Fashion” mostram mulheres grandes que usam a moda ao seu favor. Uma coisa em comum: a confiança e a certeza de que aquela garota da foto está de bem com a vida e aceita o seu corpo como ele é.



domingo, 29 de agosto de 2010

com Que EsTILO vou hj? rock glam


ROck glam punk,, issu talvez definiria meu estilo hj, sabe quando mais vivo menos preconceituosa me torno,,SOU um ser do mundo globalizado, vacinada, e dona do meu nariz..Sendo assim cada  vez mais minhas coleçoes se torna um pedaço de mim ,, bi polar,,rsrsr,,, falarei da minha nova coleção que sera algo como. ,,,, mundo del lucci,, voltada pra minas,, olhares mundiais,,, mas com meu toque,, Se e que me entende,, pois sou bi polar,,(RSRSR) adoro pessoas, mitos, acho que sou capaz de estampar uma coleçao com alguem que seja  inteligente e educado do que um lindo rostinho,,, queria q essa coleçao me fizesse amar pessoas simples sendo ela famosa ou não,, Essa coleçao sera pra todos ,, os rocks,, os engravatado,  os felizes,, os depreee,,,
CAMISAS
LEGGINGS,,
QUERO UMA COLEÇAO COM A CARA DE CADA UM QUE ME PRESTIGIE,,, DE SUA OPINIAO,,
BJS E BOA SEMANA A TODOS,,

quarta-feira, 25 de agosto de 2010

visual novo.

AS Vazes e bom mudar,, sinto essa nescessidade talvez por mudar tantos visuais. Mas a vida tb e cheio de surpresas que nos fazem mudar.AGRADECENDO a amigos que me deu coragem de assumir um novo papel,,aos post e email q me deram dicas fabulosas q so me fizeram ter coragem de assumir mais um novo papel,, espero que gostem dessa nova mulher que vos escreve,, agora com um visual mais clean,, rsrsr gracias ao pessoal da Dakota e dos que me seguem,, e
Prontoooooo,,, agora falaremos de moda pq e do q sei ,

segunda-feira, 23 de agosto de 2010

ohhh vontade de adotar uma,,




Já faz algum tempo que queremos falar de Ti-ti-ti, pois é claro que estamos amando. Além de retratar o mundo da moda de uma forma oitentista e engraçada, mas com pitadas atuais, eu particularmente (vovó da redação) tinha 6 anos e assisti à novela em 1985 e amei.

Apesar das atuações excelentes de Murilo Benício, Alexandre Borges e Cláudia Raia, quem está nos encantando mesmo é a serelepe Clara Tiezzi, a Mabi (filha de Jaques Leclair). Ligadíssima em moda e tecnologia, a gatinha dá uns pitacos superinteligentes nas conversas de adultos, muitas vezes, até proporcionando uma reflexão mais moderna sobre as trapalhadas do pai e dos irmãos.

Eis que a Gabi Loeblein me conta que a personagem de Tititi foi inspirada em uma blogueira mirim norte americana, Tavi Gevinson (foto abaixo), 13 anos, criadora do blog Style Rookie. Ela bombou na internet com suas postagens originais, looks cheios de referências bacanas e foi parar na primeira filas dos mais badalados desfiles. Além disso, ela vende no blog camisetas bem legais feitas de algodão orgânico. Ah, e se você circular por lá vai ver que a paixão da menina são gatinhos em estampas variadas.



Por aqui, nossa Mabi, por meio é claro da fantástica figurinista Marília Carneiro, tem escolhido looks cheios de lacinhos, casquetes fofas, estampas com bichinhos, cores sem exageros, leggins, animal print, coturnos e sapatinhos boneca com meia . Sua marca registrada são os óculos em formato gatinho supertendência (lembra da Bela usando em no Eclipse?). Seguem alguns looks captados em cenas da novela.



O mais bacana é que a Mabi não é uma adultinha. Ela é fashion, mas com looks adequados a sua idade, sempre com referências do imaginário teen incluidas nas produções.

sexta-feira, 20 de agosto de 2010

vogue acessórios: pecados fashion nos pés

Junto com a Vogue desse mês a gente recebe uma ‘Vogue Especial Acessórios’, que é uma outra revistinha cheia de matérias super bem humoradas sobre tendências, estilos, o que usar e o que não usar, marcas e estilistas – tudo SÓ de bolsas e sapatos. Incrível pra gente conhecer a história e as motivações de quem faz acessórios há muito tempo aqui no BR e de quem faz mega sucesso com isso agora: tem textinhos com as moças-sapateiras mais legais daqui (tipo Paula Ferber e Sarah Chofakian), tem dicionário de modelos (pra todo mundo saber o que é peep toe, meia pata e afins), tem matéria com os “sapateiros de sonho” tipo Manolo Blahnik e Jimmy Choo… e mil fotos e dicas e mais. Tipo de guardar pra sempre (e da Vogue fazer mais vezes).

A gente amou mil partes da revistinha e ainda vai falar mais dela, mas a gente quis começar com a matéria em que a Vogue “pergunta para cinco experts qual é a mair gafe dos pés” – porque “o sapato errado ou o jeito pouco apropriado de usá-lo derruba até o mais elegante dos mortais”. A gente meeega concorda, até porque sapato influencia na postura. Começamos com a jornalista Lílian Pacce (eeeee!), que acha que não pode “ir a uma festa social usando plataforma (porque) ninguém consegue ser chique com esse tipo de sapato”. E a gente até acha que pode haver uns modelos elegantes de anabelas, no caso de uma senhorinha ou alguém com dificuldade motora precisar, mas plataforma dessas pesadonas não dá mesmo. A gente acha que não dá nem em ‘festa social’ nem em lugar nenhum, porque sempre é grosseiro e desproporcional com quase todas as perninhas do mundo.
O estilista André Lima e a stylist Chiara Gadaleta falaram de comportamento. Ele acha uó “mulher tirar o sapato em festa” e diz que “é preferível ir com um modelo mais confortável, com que possa dançar a noite toda”. Ela diz “usar salto sem saber andar nele é algo que desmonta totalmente o look”. A gente sempre sugere pras clientes que usem bastante os sapatos de festa em casa, pra moldar no pezinho e deixar mais confortável mesmo, pra não existir chance de chegar na festa com incômodo e ter vontade de ir embora logo. Porque é isso, né, gente? Se não dá pra ficar calçada arruma as coisinhas e bora pra casa, que ficar descalça na festa não dá. E não custa treinar o andar com o salto que vai usar, néam? Porque salto tem que a judar a gente a se sentir mais poderosa, e não tirar a nossa atenção da diversão.

A stylist Lara Gerin lembrou das “botas de búfalo de rave, as moon boots” e disse que tem “vergonha alheia de quem usa (…) e que esse sapato não deveria existir”. A gente acha que entram nesse grupo as patas de bode, as plataformas de madeira com o furo no meio e até as crocs – não só porque são sapatos feiosos, mas porque criam formas diferentes das dos pés, inventam a desproporção. A gente não curte. E por fim o estilista da Neon, Dudu Bertholini, diz que “calcanhar mal cuidado é um horror!” e que “para usar rasteirinha, peça-chave do verão, essa parte dos pés deve estar impecável”. Tá super certo, que aparência/imagem não é feita só de roupa, mas de cuidados com tu-do! Em outra parte da revista tem um acréscimo incrível à essa dica: pra usar sandalinhas tem que ter as unhas bonitinhas, com esmalte em dia. Senão não. =|

E aí que a gente resolveu pensar no que a gente considera o maior pecado fashion nos pés, tipo o pior de todos. Que a gente concorda com todo mundo da matéria e também citaria como pecados usar plataforma e skinny jeans ou legging (uóóó!) e usar o jeans por dentro da bota montaria (que já deu, né, gente? há muito). Mas pra gente essas sandalinhas de salto que não prendem no tornozelo ou no calcanhar e que fazem “clec clec clec” anunciando a chegada de uem usa é a pior gafe – fora que elas podem sair do pé a qualquer momento! Ninguém precisa ser embalado por barulhinho de deslocamento de ninguém, ainda mais quando o barulhinho é tão deselegante. Não é, amigos?